massagem tantrica gasha terapias

Massagem Tântrica não é sexo

O Tantra é um caminho de autoconhecimento, integração e espiritualidade absolutamente maravilhoso, intenso, puro, libertador, mas como quase tudo que chega a nossa cultura, ocidental, consumista, imediatista, acaba sofrendo uma série de distorções, de erros mesmo, de falta de compreensão e o tantra é passado de forma absolutamente errada para as pessoas, que falam sobre o que não entendem, aprendem errado, ensinam errado e a confusão e a distorção acabam sendo imensas, deturpando essa escola sagrada de desenvolvimento e crescimento interior. E essa confusão fica ainda pior na massagem tântrica.

Vamos tentar compreender então de uma maneira bem correta, o que é o Tantra e a massagem tântrica?

A primeira coisa que a gente tem que entender é que o Tantra tem sua origem em uma tradição espiritual, exatamente como o budismo, o islã, o taoísmo, a umbanda e todas as demais escolas ou tradições sagradas.

E qual seria o objetivo principal de uma tradição sagrada?

Purificar nossas energias, nossas percepções, nos elevar ao sagrado, evoluir interiormente, meditação, nos tornar pessoas melhores, nos libertar de medos, da ignorância e tudo isso é objetivo das técnicas tântricas. Então aqui a gente já começa a entender que o objetivo do tantra não é ter orgasmos melhores, melhorar a relação do casal, nos tornar mais sedutores, tratar impotência, isso pode acontecer, mas o objetivo é outro.

Mas então, porque o Tantra trata de sensualidade, de energia sexual, do prazer, do corpo e dessas coisas?

Ah! É exatamente nesse ponto que as pessoas não entenderam o Tantra e continuam sem entender.

A energia sexual, o prazer, a sensualidade, o erótico, podem ser experimentados de duas maneiras, ou pelo lado animal, instinto, matéria, terra, posse, corpo, força, energia densa ou pelo lado puro, sagrado, divino, espiritual, amoroso, luminoso e elevado. A primeira experiência é a mais básica, a mais comum, a energia sexual nesse caso, nos prende ao terreno, ao corpo, a terra, pode nos viciar, nos escravizar, nos deixar até dependentes de sexo, de tesão, de corpos. Outra forma de vivenciar ou de experimentar a energia sexual é quando ela se torna sagrada, pura, elevada, onde o parceiro e você mesmo não são mais pessoas comuns, mas se tornam buscadores do sagrado, se tornam seres divinos, deuses e deusas e entrando juntos nessa experiência da sensualidade sagrada, podem evoluir e o erótico se torna instrumento de crescimento.

A massagem tântrica é uma técnica do tantra, um convite a experimentar o prazer, a sensualidade, o erótico não do ponto de vista comum, animal, terreno, do puro tesão do corpo, mas sob um olhar meditativo, puro, onde a energia é transformada, elevada, e o erótico é sentido, percebido, como um caminho para o divino.

Na massagem tântrica é muito importante você se deixar ser guiado por uma experiente terapeuta de forma relaxada, meditativa, perceber o seu corpo e o corpo dela como algo sagrado, luminoso e não ir para o lugar comum do sexo, de querer agarrar, possuir, mas vivenciar o toque e o prazer, a sensualidade de outra forma.

Isso é o tantra, o encontro entre o erótico e o sagrado, onde o corpo vira templo, onde através do sensual, voamos cada vez mais alto em direção ao crescimento interior e a evolução espiritual. Tantra não é sexo.

Compartilhar postagem

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on pinterest
Rolar para cima
WhatsApp QUERO AGENDAR UMA MASSAGEM!